domingo, fevereiro 12, 2006



"O Homem imaginou uma cidade perdida na memória e repete-a como a recorda. O real não é o objecto da representação mas o espaço onde um mundo fantástico tem lugar"
Roberto Piglia "El último lector"